27/10/2017 FIESC, Engie e Weg lançam o programa Indústria Solar

FIESC, Engie e Weg lançam o programa Indústria Solar

Lançamento oficial do Programa foi realizado na FIESC, em Florianópolis.
Foto:
Fernando Willadino.

Apresentação foi realizada na reunião de diretoria da FIESC, nesta sexta-feira (27), em Florianópolis

 

Em uma iniciativa inédita no Brasil, a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), a ENGIE e WEG lançaram o Programa Indústria Solar. O objetivo do projeto é incentivar a geração de energia solar pelas mais de 50 mil indústrias do Estado. O lançamento foi realizado na reunião de diretoria da FIESC, realizada nesta sexta-feira (27), em Florianópolis. O Programa terá ainda o apoio da CELESC, BADESC, BRDE e CECRED.

 

O presidente da FIESC, Glauco José Côrte, afirmou que a FIESC vai fazer um trabalho por meio da Câmara da Micro e Pequena Indústria e da Câmara de Energia da entidade no sentido de estimular a adesão ao programa. “Estamos em condições de prestar todas as informações e apoio para isso”, disse. Ele também salientou o espírito de parceria. “Além da importância do programa, ressalto a parceria que foi firmada. Aqui estamos dando mais uma demonstração da facilidade de fazer parcerias e de unir o setor público e o privado. Agradeço por trabalharmos juntos por um propósito muito importante para Santa Catarina”, concluiu.

 

“Essa parceria traz uma solução otimizada para tornar nossa indústria mais competitiva, sustentável e moderna. O primeiro gol desse projeto começa na formatação do grupo”, afirmou o diretor de operações da ENGIE Geração Solar Distribuída, Rodrigo Kimura, que apresentou os detalhes da iniciativa.

 

“Esse programa é importante para estimular o uso de energia solar no Estado. É uma iniciativa para estimular a redução do consumo das indústrias para torná-las mais competitivas e ainda deixar nossa matriz mais limpa. Em cinco anos já se paga o investimento. E a gente consegue colaborar com o meio ambiente”, afirmou Harry Schmelzer Neto, gerente de vendas de energia solar distribuída e smart grid da WEG.

 

O Programa Indústria Solar está dividido em fases, sendo que a primeira consiste em um projeto piloto que ofertará sistemas fotovoltaicos residenciais com condições facilitadas para os colaboradores da FIESC, ENGIE, WEG, SESI/SC, SENAI/SC, IEL/SC e CELESC. Os participantes terão acesso a linhas de financiamento com taxas de juros menores do que as praticadas no mercado, assim como a preços diferenciados. As inscrições para essa etapa começarão no dia 20 de novembro. Na fase seguinte, prevista para 2018, será a vez de colaboradores de outras empresas catarinenses participarem. Posteriormente, serão as próprias indústrias as beneficiadas.

 

Mesmo nesta etapa piloto, o programa já se destaca por seus números. FIESC, ENGIE, WEG, SESI, SENAI, IEL e CELESC possuem mais de 40 mil colaboradores e se apenas 10% destes aderirem à iniciativa, serão quatro mil novos sistemas fotovoltaicos entrando em operação no Brasil. Para se ter ideia da dimensão que isso representa, segundo os dados mais recentes da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o país conta atualmente com somente 16 mil sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica.

 

Como funciona a tecnologia

 

Um sistema fotovoltaico gera energia elétrica por meio da radiação solar. Normalmente instalado nos telhados, o sistema é a tecnologia mais disseminada no planeta para a microgeração distribuída de energia limpa e renovável.

 

As residências e empresas que possuem esses sistemas produzem a própria energia que consomem, sendo que qualquer excedente é jogado na rede elétrica e se transforma em créditos junto à Distribuidora. Esses créditos, que possuem uma validade de cinco anos, são utilizados nos momentos em que a unidade estiver consumindo mais energia do que gerando, como dias de chuva ou à noite.

 

Sobre os envolvidos:

 

FIESC

 

A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) atua em sinergia com ações voltadas à promoção de um ambiente favorável aos negócios e ao estímulo à inovação. Mantida e administrada pelo setor industrial com os mesmos parâmetros das melhores empresas privadas, a FIESC compõe um dos alicerces da competitividade industrial catarinense.

 

ENGIE

 

Maior geradora privada de energia elétrica do país, a ENGIE opera, atualmente, em 32 usinas em todo o Brasil, sendo 90% da sua capacidade instalada proveniente de fontes limpas e renováveis. O grupo também oferece soluções para comercialização de energia e eficiência elétrica, além de serviços relacionados à engenharia e integração de sistemas.

 

WEG

 

A catarinense WEG é uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo. Com uma ampla linha de produtos, a empresa busca em suas operações sempre a eficiência, redução de custos e o aumento da produtividade, oferecendo a seus clientes por meio de seus produtos estes mesmos valores. Entre suas missões estão o crescimento contínuo e sustentável e a inovação.

Fonte: Fabiano - Fábrica de Comunicação.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.