29/08/2013

FIESC e AMC firmam convênio para capacitar jovens que estão em abrigos

O objetivo é capacitar os jovens que deixam as casas de acolhimento para inseri-los no mercado de trabalho.
Foto
: Guia de Profissões da Indústria do Senai SC

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) e a Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) assinam termo de cooperação que marca o início das atividades do projeto Novos Caminhos em Santa Catarina, com a realização de projeto-piloto em Chapecó. O objetivo é capacitar profissionalmente os jovens que, ao completar 18 anos, deixam as casas de acolhimento sem nenhuma perspectiva, e inseri-los no mundo do trabalho. O convênio será firmado durante café da manhã, nesta sexta-feira (30/8), às 8h30, no Hotel Bertaso, em Chapecó.

A iniciativa pretende preencher uma lacuna social. A AMC estima que nos próximos anos cerca de 600 jovens, ao atingirem a maioridade, deixarão os abrigos no Estado. No primeiro momento, os jovens serão capacitados profissionalmente de acordo com as afinidades ou aptidões pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL), SENAI/SC e SESI/SC, entidades da FIESC. 

"Vamos atuar em conjunto para que esses jovens tenham um encaminhamento na sociedade com o diferencial da qualificação. Com a inserção no mundo do trabalho, eles terão uma oportunidade ímpar para seguirem suas vidas numa convivência harmoniosa com a sociedade", afirma o presidente da FIESC, Glauco José Côrte. 

A partir do projeto-piloto será realizado um trabalho junto às indústrias para que deem uma oportunidade aos jovens que estão completando 18 anos. Os jovens que têm entre 16 e 18 anos serão encaminhados para um curso de qualificação para posteriormente ingressar nas indústrias por meio de um programa de estágio.

O presidente da AMC, Sérgio Junkes, diz que a capacitação é fundamental. "Sem ela não é possível a pessoa conseguir uma colocação no mercado de trabalho, explorar seus talentos e ter uma vida autônoma. É preciso ter os meios necessários para isso", salientou. Ele lembra que a intenção é disseminar a iniciativa. "Queremos levar essa possibilidade a todos para que tenham condições de ter qualificação, de estar empregados e de constituírem suas famílias", completou.

A necessidade de qualificar esses jovens foi levantada durante encontro entre a FIESC e os magistrados realizado em Joinville no mês de abril. No ano passado, a Federação realizou encontros de integração com a AMC, o Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) e com o Tribunal Regional do Trabalho (TRT/SC).

Fonte: Dâmi Cristina Radin / Assessoria de Imprensa da FIESC




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.