29/10/2015 Definida estratégia para economizar energia na administração pública

Definida estratégia para economizar energia na administração pública

Diálogo 2015: tempo de economizar. Foto: divulgação.

Vinte prédios públicos receberão medidores capazes de revelar, de modo discriminado, fontes de gastos.

 

Líderes das instituições que fazem parte do Projeto Esplanada Sustentável estiveram na manhã desta quinta-feira (29/10), no Ministério do Meio Ambiente, para o “Diálogo 2015”, em que foram apresentadas estratégias para a redução do consumo de energia elétrica na administração pública. Nesse encontro, foram premiados cinco órgãos que obtiveram o melhor desempenho em metas alcançadas.

 

A primeira iniciativa apresentada foi feita por Edward Borgstein, do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS). A instituição é parceira do Ministério do Meio Ambiente na realização do benchmark de edifícios das administrações públicas federal, estadual e municipal, com área superior a 500 m², com o objetivo de medir os resultados do investimento em eficiência energética para a redução das emissões de gases de efeito estufa.

 

ORIGEM DOS GASTOS

 

Uma das informações prestadas por Borgstein foi que, a partir de dezembro, 20 prédios públicos no País receberão medidores inteligentes com capacidade de revelar, de modo discriminado, todas as fontes de gastos no consumo de energia elétrica, como ar condicionado e computadores. Os prédios serão auditados para a medição do consumo de energia elétrica.

 

Segundo a coordenadora do Projeto Eficiência Energética em Edificações do MMA, Alexandra Maciel, ainda não estão definidos quais serão os prédios. Isso ainda depende de serem definidos os compromissos que serão assumidos pelas instituições parceiras, o que inclui capacitações para a realização do benchmarking - processo de avaliação da empresa – no caso órgão público - em relação a entidade similar, por meio do qual incorpora os melhores desempenhos e aperfeiçoa os seus próprios métodos.

 

O estudo definirá indicadores nacionais para que se obtenha informações do nível de eficiência energética de cada prédio público. Por meio da internet, com a inclusão de informações como tipologia de serviços, valores de contas de energia, fluxo mensal de pessoas e área física dos edifícios – os gestores terão o cálculo de eficiência sobre os edifícios onde trabalham.

 

Os 20 prédios auditados estão sendo selecionados por serem os que tiveram os desempenhos mais baixos entre 300 instituições de todo o País que encaminharam ao MMA suas contas de luz, de um período mínimo de um ano. A partir das auditorias, os gestores terão acesso a soluções para a redução do consumo.

 

EXEMPLO DE ECONOMIA

 

Durante o Diálogo 2015, também foi apresentado o trabalho desenvolvido pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), resultado de acordo de cooperação técnica com o Ministério do Meio Ambiente e Ministério do Planejamento para o Programa de Bom Uso Energético na Esplanada dos Ministérios.

 

Por meio de medidas administrativas e técnicas, a UFPel conseguiu reduzir suas contas de energia elétrica em R$ 2,8 milhões em 109 meses, entre os meses de setembro de 2006 ao mesmo período de 2015. As ações administrativas incluíram, por exemplo, mudanças no tipo de contrato com a Companhia Estadual de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul. As medidas técnicas incluíram troca de alguns equipamentos por modelos mais eficientes.

 

O modelo de sucesso deverá ser aplicado em um plano piloto que será realizado no Distrito Federal, com o gerenciamento das faturas junto à Companhia de Energia de Brasília. O professor da UFPel Antônio César Baptista disse que o trabalho começa com a análise de 47 órgãos públicos federais do Programa Esplanada Sustentável, que representam 128 instituições a eles vinculadas. Ainda não se sabe o número de prédios que representa esse universo.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA) .




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.