30/08/2016 Projeto Sustentabilidade na Manutenção de Veículos da Coamo recebe Prêmio Expressão de Ecologia

Projeto Sustentabilidade na Manutenção de Veículos da Coamo recebe Prêmio Expressão de Ecologia

Foto: divulgação.

A Coamo Agroindustrial Cooperativa recebeu no dia 26 de agosto, durante o Fórum de Gestão Sustentável, na Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), o Prêmio Expressão de Ecologia. Está é a maior premiação em defesa do meio ambiente no Sul do Brasil e teve 129 projetos inscritos de 95 empresas, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e do Paraná.
 

 

O reconhecimento para a Coamo foi com o “Projeto Sustentabilidade na Manutenção de Veículos”, escolhido pelos jurados devido aos expressivos resultados: economia anual de R$ 10 milhões e redução de 300 mil litros de água consumida no momento de maior escassez dos recursos hídricos do país. O projeto reutiliza água da chuva por meio de um sistema de cisternas integrado a uma moderna estação de tratamento e também aproveita a energia solar para o aquecimento da água, que facilita a remoção da sujeira da frota de caminhões da cooperativa.

 

A cooperativa é destaque em preservação ambiental e conquistou as últimas duas edições do Prêmio Expressão de Ecologia. Na edição anterior, a Coamo levou o Troféu Onda Verde com um projeto que transforma o insumo do processo de produção de óleo vegetal em tijolos de argila.

 

A premiação é promovida pela Editora Expressão e o projeto da Coamo integra o Guia de Sustentabilidade 2016. O diretor da Editora Expressão, Rodrigo Coutinho, lembra que o prêmio começou há 23 anos para reconhecer somente as entidades e as indústrias catarinenses, mas ganhou notoriedade. “A premiação foi criada após a realização da conferência Rio-92, quando as empresas deixaram de ser as vilãs e passaram a exercer papel de protagonistas em projetos sustentáveis”, diz.

 

PROJETO - O projeto atende a manutenção de uma frota de 690 caminhões e 352 máquinas pesadas, abastecimento do sistema de combate a incêndios e como uso final a utilização nos vasos sanitários da área de Transportes. O local foi construído em 2014 para realizar a manutenção preventiva e corretiva da frota, abrangendo também as áreas de Administração de Frotas e Treinamentos. Entre os serviços realizados estão a lavagem, troca de óleo, peças e pneus, pintura, funilaria, entre outras, que demandariam um significativo consumo de água e energia. “A partir disso, verificou-se a necessidade da conservação de recursos naturais”, frisa o gerente de Transportes e Veículos, Lucio Flavio Barboza.

 

Barboza explica que utilizando água in natura e sem qualquer espécie de tratamento e reuso, seria necessária a quantidade de 1.100 litros para lavagem completa de um caminhão bi-trem. “Sem considerar o aproveitamento das águas pluviais, a unidade de Transportes consumiria diariamente 35 mil litros de água in natura, o que não se admite diante da importância, preciosidade e possibilidade de escassez dos recursos hídricos. Portanto, é fundamental reduzir ao máximo o uso e consumo deste recurso natural, empregando métodos que otimizem seu uso”, destaca.

Fonte: Coamo.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.