30/12/2015 Fenômenos climáticos atípicos evidenciam necessidade de medidas preventivas, afirma ONU

Fenômenos climáticos atípicos evidenciam necessidade de medidas preventivas, afirma ONU

Inundação na comunidade de Chaco’i, perto de Assunção, capital do Paraguai, em julho de 2014.. Foto: UNICEF/ Martin Crespo.

Os tornados nos Estados Unidos, quedas de neve no México e inundações na América do Sul e Inglaterra alertam sobre a gravidade do problema, segundo Escritório da ONU para a Redução do Risco de Desastres.

 

Fenômenos climáticos recentes, como os tornados violentos nos Estados Unidos durante o natal, quedas de neve anormais no México, e inundações intensas na América do Sul e Reino Unido mostraram que os governos precisam tomar medidas de prevenção para reduzir as perdas humanas e econômicas provocadas por este tipo de desastre, afirmou a chefe do Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR), Margareta Wahlström, nesta terça-feira (29).

 

No final de semana, tornados e tempestades provocaram a morte de mais de 20 pessoas nos estados americanos de Novo México, Oklahoma, Missouri e Illinois, além de derrubar centenas de prédios e casas de acordo com agência da ONU.

 

As inundações na América do Sul fizeram com que mais de 170 mil pessoas evacuassem suas casas no Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai, caracterizando-se como as mais fortes nos últimos 10 anos, segundo o UNISDR.

 

Em novembro, a Organização Meteorológica Mundial (OMM) alertou para a probabilidade de que o fenômeno climático El Niño se manifestasse com maior intensidade no fim do ano de 2015, provocando mais inundações e secas, sendo um dos três mais fortes desde 1950.

 

No México, a neve cobriu 32 cidades no estado de Chihuahua. Alguns lugares chegaram a acumular 30 centímetros de neve e registrar temperaturas de -18ºC.

 

“Medidas de prevenção, incluindo melhorias nos sistemas de alerta precoce para lidar com a nova variabilidade climática, revisão de códigos de construção para garantir mais resiliência de infraestruturas fundamentais como escolas, hospitais e estradas, e mais investimentos em defesas contra inundações são essenciais para proteger mais pessoas contra os impactos dos desastres”, declarou Wahlström.

Fonte: ONU Brasil.

 




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.