18/07/2013

Internos participam de oficinas de dança

Fotos: Mauro Frasson

Com o incentivo do Governo do Estado, o 31º Festival de Dança de Joinville promoveu nesta quarta e quinta-feira, 17 e 18 de julho, oficinas para os reeducandos da Penitenciária Industrial Jucemar Cesconetto, de Joinville. Cerca de 60 internos dos regimes fechado e semiaberto aprenderam sobre as modalidades de dança de salão e danças urbanas. A iniciativa integra o projeto Dança Comunidade, que pretende levar o movimento artístico a públicos específicos, promovendo a inclusão cultural.

 

Para o diretor da unidade prisional, Richard Harrisom, a reinserção social do detento depende de uma gama de ações, entre elas, oportunidades de trabalho e profissionalização. “Estar presente no maior festival de dança do mundo, com certeza também fará a diferença. Esta é a primeira vez e somos parceiros para as próximas edições”, destacou.

 

O programa contempla ainda a oferta de espetáculos no Centreventos Cau Hansen e na própria penitenciária. Nesta sexta-feira, 19, às 19h, mais de 15 reeducandos do semiaberto e com antecedentes de bom comportamento assistirão os grupos de danças contemporânea e urbana, no palco principal. No sábado, 20, as apresentações ocorrem em três blocos da instituição carcerária, em diferentes horários, inclusive nos momentos de visitas.

 

A Penitenciária Industrial de Joinville é referência em Santa Catarina por oferecer aos detentos oportunidade de profissionalização. A unidade prisional opera na sua capacidade, com 522 apenados nos sistemas fechado e semiaberto. No próprio local, cerca de 350 estudam e prestam serviço para 13 empresas de diferentes ramos.


Horários das apresentações na penitenciária
Galeria A – 11h às 11h20; 14h às 14h20; 16h10 às 16h30
Galeria B – 10h15 às 10h45; 13h15 às 13h35; 15h30 às 15h50
Galeria C – 9h40 às 10h; 12h40 às 13h; 14h50 às 15h10


Festival de Dança de Joinville, o maior do mundo
A Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, por meio do Funcultural, repassou R$ 2 milhões para edição deste ano. Considerado pelo Guinness Book como o maior do mundo do gênero em número de participantes, o evento segue até o próximo dia 27, no Centreventos Cau Hansen, em Joinville.

 

Entre profissionais da dança e estudantes, cerca de 6,5 mil pessoas integram o festival.  A programação reúne espetáculos com companhias nacionais e internacionais, seminários, oficinas, workshops e apresentações a atividades gratuitas para a comunidade. Durante 11 dias, estão previstas 220 horas de espetáculos para um público estimado em 230 mil pessoas. O evento gera aproximadamente 1 mil empregos diretos e indiretos.

 

Além do palco principal, onde acontecem as exibições com entrada paga, dezenas de palcos abertos são montados pela cidade. Sejam em praças, shoppings, entidades assistenciais ou hospitais, diferentes públicos podem conferir gratuitamente as apresentações de dança.

 

O evento também conta com a Feira da Sapatilha, que funciona das 10h às 23h, no Expocentro Edmundo Doubrawa. O espaço possui 1,5 mil metros quadrados de estandes onde podem ser encontrados os lançamentos e tendências de produtos relacionados à dança, além de artesanatos produzidos por profissionais de Joinville e região.

Fonte: Glaene Vargas / Ass. de Comunicação - ASCOM/ SDR - Joinville




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.