15/07/2013

Tamar representa Brasil em conferência

Foto: Divulgação

O impacto das pescarias nas populações de tartarugas marinhas, as soluções encontradas pelos projetos de conservação para reduzir essa ameaça e o consumo de ovos desses animais por comunidades tradicionais. Esses foram alguns dos temas discutidos na 6ª Conferência das Partes da Convenção Interamericana para a Proteção e Conservação das Tartarugas Marinhas (CIT). O Brasil foi representado pelo Ministério das Relações Exteriores e pelo Projeto Tamar, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 

O evento foi realizado no final de junho, na Ilha de Galápagos, no Equador, e reuniu especialistas e representantes científicos de 17 países das Américas e cerca de dez entidades para discutir e desenvolver estratégias de fortalecimento desse importante mecanismo de coalizão internacional pela proteção das tartarugas marinhas.

 

A convenção é um compromisso de seus integrantes em executar medidas comuns entre as nações, coordenar ações multilaterais para a proteção dessas espécies migratórias e assegurar a implementação de uma agenda regional para conduzir a recuperação das populações de tartarugas marinhas em declínio.

 

Durante o evento, foi analisado ainda o cumprimento das resoluções estabelecidas pelos 17 países membros da convenção e debatida a situação crítica atual da população de tartarugas de couro (Dermochelys coriacea) no Pacífico, em declínio acentuado. Além disso, foi discutido o estabelecimento de um secretariado permanente da Convenção.

Fonte: Comunicação ICMBio com informações do Tamar


Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.