01/11/2018 Colmeias inteligentes ajudam a frear o desaparecimento de abelhas no mundo

Colmeias inteligentes ajudam a frear o desaparecimento de abelhas no mundo

Foto: divulgação.

Rede internacional de colmeias conectadas são monitoradas e analisadas com tecnologia Oracle Cloud

 

A Oracle e o The World Bee Project acabam de anunciar uma iniciativa inédita para facilitar a compreensão do desaparecimento de abelhas e a proteção da espécie. O novo programa usa tecnologia em nuvem para compreender os hábitos das abelhas: espécie polinizadora mais importante do mundo para ecossistemas agrícolas. Chamado de "The World Bee Project Hive Network", o projeto coleta dados a partir de uma rede de colmeias conectadas. Em seguida, os dados serão enviados para o sistema da Oracle Cloud e avaliados com ferramentas de analytics como inteligência artificial (IA) e visualização de dados para dar aos pesquisadores novas informações sobre a relação entre as abelhas e o meio ambiente.

 

Por meio do projeto, os pesquisadores poderão "escutar" as abelhas – analisar dados acústicos complexos captados dentro das colmeias inteligentes, incluindo os movimentos de suas asas e patas. Com o auxílio de outras medições de alta precisão – incluindo temperatura, umidade e produção de mel – os pesquisadores poderão monitorar os enxames de perto, detectar padrões e prever comportamentos. Assim, conservacionistas e apicultores poderão proteger as colônias e evitar, por exemplo, a enxameação na época errada ou protegê-las contra predadores como assustadora a vespa asiática. Os dados irão informar os apicultores sobre as diferentes condições das colônias ao longo do ano para ajudar no manejo das colmeias.

 


Foto: Oraclo.

 

"Nossas vidas estão fortemente ligadas às abelhas", explica Sabiha Rumani Malik, fundadora e presidente executiva do The World Bee Project CIC. "A proteção das abelhas e de outros polinizadores pode ajudar na solução de problemas relacionados à pobreza e ao abastecimento global de alimentos, bem como na redução da perda de biodiversidade e dos danos aos ecossistemas. A parceria com a Oracle Cloud representa um casamento inédito entre natureza e tecnologia. O projeto irá conscientizar cada vez mais pessoas sobre a importância da preservação dos polinizadores, além de permitir pesquisas avançadas e ações em uma escala que até então parecia impossível. Quanto mais aprendermos sobre as relações entre polinização, alimentos e bem-estar humano, maior será o nosso empenho na proteção das abelhas e de outros polinizadores. Assim, ajudaremos na proteção do planeta e de nós mesmos."

 

Os dados e informações obtidos com o uso da Oracle Cloud serão disponibilizados para projetos de pesquisa e conservação voltados à proteção das abelhas no mundo todo. A iniciativa The World Bee Project Hive Network compartilha recursos e promove parcerias com o objetivo de aumentar seu impacto e criar ações mais abrangentes para a preservação das abelhas.

 

Para John Abel, diretor de projetos da Oracle Cloud, "a tecnologia está mudando as regras das iniciativas de preservação" "Com o uso de tecnologia de nuvem, o World Bee Project terá pela primeira vez acesso a informações verdadeiramente globais e atualizadas sobre a saúde das abelhas. Assim, os pesquisadores terão as informações necessárias para trabalhar junto a governos e apicultores para frear o declínio do número de abelhas no mundo todo."

 


Foto: Oraclo.

 

O The World Bee Project CIC é parceiro da Faculdade de Agricultura, Políticas e Desenvolvimento da Universidade de Reading, na Inglaterra, uma das mais importantes faculdades de agricultura do mundo. No futuro, os parceiros esperam poder usar TI de ponta e outros conhecimentos para apoiar a intensificação ecológica.

Fonte: Redação CicloVivo.




Últimas notícias
Envio de Matérias
Portfólio editorial
Cadastro
Siga-nos no facebook

ENDEREÇO

Caixa Postal 21725
CEP 88058-970
Florianópolis - SC

CONTATO

expressao@expressao.com.br
Fone: (48) 3222-9000

Facebook Editora Expressão Twitter Editora Expressão SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


Copyright © 2014 Editora Expressão. Todos os direitos reservados.